Buscar
  • Oncocipe

TERATOMA MADURO

Atualizado: Jan 5

O teratoma maduro é o tumor de ovário de células germinativas mais comum. É um tumor benigno que geralmente afeta mulheres em idade reprodutiva. Eles podem conter diferentes tipos de tecidos benignos, incluindo, osso, cabelo e dentes.

A maioria dos teratomas de ovário não provoca sintomas e acaba sendo diagnosticado acidentalmente durante a realização de um exame de imagem de rotina, como uma ultrassonografia pélvica. Os teratomas apresentam um aspecto bem característico, sendo esta a forma mais simples de se fazer o diagnóstico. No entanto, o diagnóstico definitivo é feito somente no momento da excisão cirúrgica da lesão.


Apesar de terem crescimento lento, ao longo dos anos, os teratomas podem se tornar grandes tumores - alguns deles com mais de 10 cm de diâmetro. Quanto mais o tumor cresce, maior é o risco de haver complicações, como a torção do ovário, por exemplo. Outra complicação possível é a ruptura do cisto.


O objetivo da cirurgia é retirar apenas o tumor, preservando o ovário, mas nem sempre isto é possível, principalmente quando o tumor já atingiu grandes proporções. A cirurgia pode ser feita por via aberta (laparotomia) ou por via laparoscópica (video cirurgia). A recorrência do tumor após a cirurgia é incomum.


É importante que, caso tenha alguma dúvida que algum paciente tenha este tipo de tumor, encaminhe para um especialista.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo